Futsal

FUTSAL NA ESCOLA: PARA ALÉM DAS LINHAS DA QUADRA

    A  pedagogia do futsal no contexto escolar Nossa realidade educacional têm no esporte seu conteúdo fundamental e único, delimitando em esportivas coletivas (voleibol, basquetebol, handebol e futsal) e reproduzindo o esporte do clube na escola, ou seja, esporte na escola. O esporte deve ser compreendido como facilitador no processo educacional, concebido como meio de integração e formação do aluno (PAES, 2001).

    Nos dias atuais o futsal é o esporte mais praticado nas escolas por ter as características do futebol de campo, e podendo ser praticado por qualquer idade nas escolas. Este esporte busca desenvolver através de uma formação adequada as capacidades técnicas e táticas, onde o aluno desenvolverá suas capacidades cognitivas de percepção, antecipação e tomada de decisões. A aprendizagem psicomotora é a base do processo da formação. Através de movimentos básicos como correr, saltar e rolar vai desenvolver-se de modo que aprenda a fazer os gestos técnicos. O equilíbrio, ritmo, coordenação e noções de espaço e tempo são primordiais para o aprendizado técnico individual do futsal (ETCHEPARE et al., 2004).

    Acreditamos que quanto maior for os tipos de experiências motoras que a criança vivenciar, maior será o seu desenvolvimento e que as atividades físicas levam a uma serie de modificações anatômicas, fisiológicas, bioquímicas e psicológicas, a eficácia resulta do tempo, distância e repetição, da carga e velocidade, além da quantidade da repetição dessa carga, o aprimoramento das funções para as quais se está treinando.

    Por isto, o CIC apóia o FUTSAL promovendo aulas, treinos, torneios e campeonatos com o objetivo de intensificar a prática do esporte para alunos de todas as idades que queiram praticá-lo como atividade extra classe no ambiente escolar.